Traição: por que a vítima sempre é a última a saber?

Por mais estranho que pareça, muita gente ignora os fatos e acha isso normal.
Por mais estranho que pareça, muita gente ignora os fatos e acha isso normal.

O marido chegou em casa com marca de batom no colarinho, a mulher viu e perguntou o que houve. Ele respondeu: “foi um acidente, fui abraçar uma amiga no trabalho para lhe desejar feliz aniversário e seus lábios encostaram aí sem querer”. A mulher acreditou e tudo ficou por isso mesmo.

Na outra semana, o esposo voltou com mais marcas de batom no colarinho e impregnado de perfume de outra mulher. Deu a mesma desculpa e a esposa acreditou. Ela pensou: vale tudo em nome da paz no casamento…

No outro mês, ele chegou com mais marcas de batom, desta vez no corpo, impregnado do perfume de outra mulher, as costas arranhadas e um pacote de camisinha aberto dentro do bolso. Havia várias mensagens suspeitas no celular dele. Mas, incrivelmente, a esposa continuou a acreditar na mesma desculpa esfarrapada.

Você deve estar se perguntando o porquê essa mulher ainda insiste em acreditar em seu marido, mesmo com tantas evidências de uma traição em curso.

POIS BEM, VOU LHE EXPLICAR.

Continue lendo “Traição: por que a vítima sempre é a última a saber?”