Caixa de Entrada: o que é.

Introdução

Mesa bagunçadaMesas lotadas de bagunça; gavetas cheias de todo tipo de bugiganga e coisas a resolver; papel, documentos, lembretes e contas espalhadas em todos os cantos da casa e do trabalho; caixa de e-mail lotada. Esse é o cenário típico de quem ainda não aprendeu a usar listas de tarefas, agenda e a tradicional e boa caixa de entrada.

Viver num ambiente desses é desestimulante, estressante, enfim: altamente nocivo à saúde e à nossa felicidade espiritual. Sem contar que não é produtivo. E, ao contrário do que pode parecer, essa situação caótica é cada vez mais comum.

Quem, por exemplo, nunca viu sua caixa de entrada de e-mail a beira da falência?

Caixa de entrada e-mail lotada
Caixa de entrada de e-mail lotada: quase 1500 e-mails não lidos. Essa é a visão do inferno para maioria das pessoas que trabalha com e-mail.

Continue lendo “Caixa de Entrada: o que é.”

Lista de Tarefas: o que é e como usá-la com eficácia.

Lista de tarefas
Lista de tarefas: seu objetivo é tornar a vida mais fácil.

Uma lista de tarefas contém a descrição de atividades que nos comprometemos a fazer por algum motivo: trabalho, escola, lazer ou outros. De fato, não importa o motivador , desde que decidamos fazê-la, a tarefa se torna algo relevante que precisa ser gerenciada e feita.

O primeiro passo para se fazer uma lista de tarefas eficiente é decidir o que precisa ser feito. Não pode ser algo vago ou condicionado a realização de outra ação. A tarefa deve ser independente. Para isso ela deve ser passível de realização imediata, desde que você esteja no contexto apropriado para executá-la.

Uma tarefa do tipo “pintar a mancha na parede da sala” pode ser ou não uma boa descrição para sua tarefa. Se a tarefa não depende de outra ação, ela é uma boa descrição. Mas se ela depende de outra ação, a sua descrição é falha. De fato, ela é uma armadilha.

Continue lendo “Lista de Tarefas: o que é e como usá-la com eficácia.”

Agenda: o que é e para que serve.

Agenda Semanal

Uma agenda serve basicamente para nos lembrar de compromissos que devem ser feitos em data, dia e horário específicos ou nos lembrar de projetos que devem ser iniciados no período. Caso contrário, perderemos o compromisso ou não concluiremos o projeto a tempo. Na agenda, por exemplo, devemos anotar as provas a serem feitas, as consultas médicas, o passeio com a esposa no teatro, a data da reunião de escola de nossos filhos e o lembrete para começar a planejar as próximas férias.

Apesar de parecer algo óbvio, o mau uso da agenda é muito comum. Assim, ao invés dela ser nossa aliada para viver na maciota, acaba se tornando um peso, um fato de estorvo em nossas vidas. Causa de estresse, amolação e desespero. Mas fique tranquilo, tudo isso é fruto do mau uso da agenda e tem solução. Continue lendo “Agenda: o que é e para que serve.”