A alegria dos escravos

HComissao Camara dos deputadosoje muita gente “de direita” ficou feliz porque a comissão da Câmara dos Deputados aprovou a definição de família como a união entre homem e mulher. Apesar de essa ser incontestavelmente a família natural, enfim, aquela formada pela natureza, nós não somos simples animais no meio da floresta. Somos humanos livres e vamos muito além do que a natureza estabeleceu para nós.

Veja bem, não entro na questão de se é moral ou imoral pessoas do mesmo sexo se relacionarem, criarem filhos e etc (movimento LGBT). Menos ainda se uma pessoa pode ou não se unir com várias outras (poligamia). Tudo isso é secundário e não têm nenhuma importância substancial. Continue lendo “A alegria dos escravos”