Desastre em Mariana, MG. Uma análise politicamente incorreta

bento rodrigues tragedia mariana
Bento Rodrigues. Distrito de Mariana, MG, após tragédia.

O desastre foi causado por um TERREMOTO que resultou no rompimento da barragem. Não tem nada a ver com “ganância”, até porque a represa estava dentro das especificações exigidas pela Lei. Isso apenas mostra como o governo usa uma tragédia natural para justificar mais concentração de poder na mão de políticos: mais regulamentação, mais restrições estatais, mais licenças, mais burocracia. Tudo para dificultar a vida das pessoas trabalhadoras e aumentar a pobreza de quem o governo diz “proteger”.

Culpar quem trabalha e empreende é a saída mais fácil usada pelos mentirosos e estatistas de todos os tempos. Todo negócio há riscos e ele faz parte da vida em sociedade. É o que chamamos de risco aceitável. Quando pegamos um ônibus, há risco de ele capotar. Quando compramos uma comida, há risco de ela estar estragada e nos fazer mal, quando atravessamos uma ponte, há risco de ela desabar. Quando compramos um isqueiro, há risco de ele incendiar a casa. Até uma sacolinha de supermercado pode sufocar e matar alguém e não são raros os casos de gente que morre em acidentes no chuveiro! Na vida tudo que fazemos traz um risco aceitável implícito, até na prática do sexo e nem por isso as pessoas deixam de namorar.

No caso da tragédia em Bento Rodrigues, as pessoas não esperavam que um terremoto fosse danificar as estruturas de uma barragem de rejeitos. Afinal, quem esperaria um terremoto no Brasil? País do carnaval, do futebol onde todos aprendem nas escolas que tais coisas “nunca acontecem”? Claro, vai ter gente dizendo que o terremoto não causou aquilo. Foi o quê então? O bicho papão? Uma conspiração da CIA? O neoliberalismo? Tenha paciência! Fato é que ali ocorreu um terremoto e minutos depois a barragem estourou. Até para quem é leigo na área é muita coincidência para não se levar isso em consideração. Todo mundo que trabalha com engenharia civil sabe: o que quebra uma viga de concreto não é a última martelada, é o conjunto das marteladas. E pelo visto, aquela região já era foco de “pequenos” terremotos há vários anos e o governo “ignorou”!

Sejamos sensatos. Vamos sim lamentar as vítimas. Vamos ajudá-las com caridade privada. Vamos dar o nosso apoio. Mas culpar quem trabalha e empreende por um fato natural incontrolável não irá resolver o sofrimento delas, apenas resultará em mais desculpas para concentrar poder na mão de políticos: fato com potencial de matar muito mais pessoas do que um terremoto seguido de rompimento de barragem.

E mais: as “vítimas” não eram tão “inocentes” assim. Construir suas casas à beira de um córrego já é imprudente por natureza por causa das chuvas sazonais e das enchentes frequentes que assolam aquela mesma região (observem bem por onde o lamaçal passou). E construir casas à beira de um córrego no qual há uma barragem de rejeitos gigantesca acima, é mais imprudência ainda! No mínimo, ingenuidade.

Bento Rodrigues1
Bento Rodrigues, Mariana, MG. Cursos de água marcados em azul.

Bento Rodrigues2
Bento Rodrigues, Mariana, MG.

Em que pese a tragédia, a verdade politicamente incorreta é que o povo de lá confiou demais nas mentiras dos políticos de que tais coisas só aconteciam em outros países e nunca no Brasil. Pois é, aconteceu no Brasil (de novo). O governo já tinha conhecimento dos “pequenos” terremotos que chacoalhavam aquela região, mas ignorou o fato para continuar ensinando nas escolas de que eles “nunca aconteciam no Brasil” e de que “estava tudo bem” e “seguro”. Mentir é a especialidade dos políticos.

E agora que o bicho pegou, todo mundo se apressa em culpar a iniciativa privada por uma cagada que poderia ter sido evitada se os políticos não mentissem e não usassem as escolas para doutrinar. Mas na cabeça pequena do povo que os elege, a culpa da tragédia é exclusiva da mineradora, o bode expiatório da vez.

Pois é Samarco, quem mandou abrir seu negócio no Brasil? Prepare-se para a “enxurrada” de pedidos de indenizações e para as sentenças judiciais que ignorarão a Lei para culpar seu empreendimento por ser “capitalista malvado”. A inveja do sucesso alheio e o estatismo pesam bastante na caneta “imparcial” dos Juízes brasileiros. Lei? Que nada! O que vale aqui é a “justiça social”, o passe-livre para que os Juízes ignorem o art. 393 do Código Civil e usem o “princípio da dignidade humana” para responsabilizarem quem quiserem. Bem-vindo ao país da katchanga!

Fontes:

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2015-11-06/um-tremor-de-terra-pode-ter-destruido-as-barragens-em-mariana.html

A (in)justiça atual ou vai para o inferno esquerdista de merda

Estupro na mataTrês adolescentes praticaram crimes contra 4 meninas:estupro qualificado, homicídio com cinco qualificadores, tentativa de homicídio e associação criminosa, fora a agressão física.

Pena: 3 anos em COLÔNIA DE FÉRIAS! Repito: Colônia de Férias! Puta que pariu!!

Isso é ou não é um incentivo ao crime? Claro que é!

E sabe porque isso aconteceu? Por causa dos ESQUERDISTAS HIPÓCRITAS que acham feio reduzir a maioridade penal para proteger os “di menor”. E as meninas agredidas, como ficam? Para elas não tem colônia de férias, nem vida boa… para elas é só o trauma do estupro, o terror da lembrança que nunca se apagará. E, para uma delas só restou 7 palmos de terra em cima do peito, seu futuro foi apagado por bandidos de merda. 3 Jovens traumatizadas, uma morta e quatro famílias furiosas e abaladas pela ausência de justiça. Continue lendo “A (in)justiça atual ou vai para o inferno esquerdista de merda”

A ditadura militar de 1964 foi de direita? Conta outra esquerdoso!

A contra-revolução de 1964.
O povo brasileiro foi às ruas e pediu a intervenção do exército, o que levou à Contra Revolução de 1964.

Dizem que a contrarrevolução de 1964 foi um movimento da “direita” contra o comunismo. Mentira! E deslavada!

Aquele movimento de fato foi uma mobilização da sociedade brasileira contra o comunismo estilo Fidel Castro, mas nem de longe aquilo pode ser considerado de “direita”. Explico.

Os militares ficaram 20 anos no poder. O que fizeram? Continue lendo “A ditadura militar de 1964 foi de direita? Conta outra esquerdoso!”

Traição: por que a vítima sempre é a última a saber?

Por mais estranho que pareça, muita gente ignora os fatos e acha isso normal.
Por mais estranho que pareça, muita gente ignora os fatos e acha isso normal.

O marido chegou em casa com marca de batom no colarinho, a mulher viu e perguntou o que houve. Ele respondeu: “foi um acidente, fui abraçar uma amiga no trabalho para lhe desejar feliz aniversário e seus lábios encostaram aí sem querer”. A mulher acreditou e tudo ficou por isso mesmo.

Na outra semana, o esposo voltou com mais marcas de batom no colarinho e impregnado de perfume de outra mulher. Deu a mesma desculpa e a esposa acreditou. Ela pensou: vale tudo em nome da paz no casamento…

No outro mês, ele chegou com mais marcas de batom, desta vez no corpo, impregnado do perfume de outra mulher, as costas arranhadas e um pacote de camisinha aberto dentro do bolso. Havia várias mensagens suspeitas no celular dele. Mas, incrivelmente, a esposa continuou a acreditar na mesma desculpa esfarrapada.

Você deve estar se perguntando o porquê essa mulher ainda insiste em acreditar em seu marido, mesmo com tantas evidências de uma traição em curso.

POIS BEM, VOU LHE EXPLICAR.

Continue lendo “Traição: por que a vítima sempre é a última a saber?”

Lei anti-palmada causa mais uma vítima

Nenhum pai gosta de bater no próprio filho ou de gritar com ele. Mas todo pai prefere ver seu filho chorar por alguns minutos do que vê-lo perder um braço para um tigre feroz.
Nenhum pai gosta de bater no próprio filho ou de gritar com ele. Mas todo pai prefere ver seu filho chorar por alguns minutos do que vê-lo perder um braço para um tigre feroz.

A palmada ensina à criança que o mundo tem limites, que é preciso rigor e disciplina para as coisas funcionarem, que sempre há alguém hierarquicamente superior que poderá puni-lo fisicamente por suas ações ou omissões. Ela ensina a pensar nas consequências de nossos atos e omissões. Ela é eficaz para toda pessoa que não escuta a voz da razão. Caso das crianças rebeldes e dos criminosos.

A Lei 13.010/2014 é só outra expressão do entendimento equivocado do que seja Misericórdia. Amar não é só passar a mão na cabeça. Amar é admoestar, gritar, dar o castigo físico quando é necessário.

Amar não é dar chocolate para seu filho diabético, nem é passar a mão na cabeça de seu filho rebelde. Quem ama, age com rigor. Quem ama nega o chocolate para seu filho diabético. Quem ama grita, quando a conversa racional falha, e se precisar, dá palmadas sim! Quem ama, castiga! Continue lendo “Lei anti-palmada causa mais uma vítima”

Por quê os socialistas odeiam judeus e o Estado de Israel?

Esses políticos são socialistas defensores de bandidos, criminosos e ditaduras assassinas (irã, Coreia do Norte, Venezuela e Cuba). Eles caluniam a única democracia do Oriente Médio de fazer aquilo que eles mesmos já fizeram e ainda fazem em vários lugares do mundo. São gente hipócrita, mentirosa e perversa que quer fazer você acreditar que o fogo é frio e a água é seca.
Esses políticos são socialistas defensores de bandidos, criminosos e ditaduras assassinas (irã, Coreia do Norte, Venezuela e Cuba). Eles caluniam a única democracia do Oriente Médio de fazer aquilo que eles mesmos já fizeram e ainda fazem em vários lugares do mundo. São gente hipócrita, mentirosa e perversa que quer fazer você acreditar que o fogo é frio e a água é seca.

Os políticos defensores da Palestina são os mesmos que também defendem o menor bandido, os assassinos e os marginais sem alma. Alguém já viu socialista defensor dos direitos humanos visitar a família da vítima? Não! Eles são especialistas em defender pessoas perversas. É o xodó deles.

Eles também defendem a carnificina promovida pelos países socialistas: Coreia do Norte, Cuba, Venezuela e Irã. Também adoram ditadores sanguinários e sem alma como Kim Jong-Un que atirou o próprio tio para ser comido vivo por cães. O filho dele, outro crápula, quase iniciou uma guerra nuclear a troco de nada com os Estados Unidos em 2013, colocando a vida no mundo inteiro em risco de extinção. Incrivelmente, os socialistas brasileiros apoiaram a atitude irresponsável do Presidente maluco da Coreia do Norte!

É esse povo hipócrita e sanguinário que acusa os judeus de se defenderem contra o grupo terrorista Hamas que deseja exterminar o povo judeu e o estado de Israel. Não se trata de “divergência de opiniões”. Trata-se de ter um coração honesto e olhar para os fatos como eles são.

Esses hipócritas acusam a contra-revolução de 1964 pela tortura e morte de cerca de 1.000 pessoas no Brasil, ao mesmo tempo que eles acham lindo os 100.000 assassinados por Fidel Castro em Havana, os 20 milhões na Rússia e os 50 milhões na China! São mentirosos desonestos. Dizem odiar ditaduras e apoiam outras muito piores! É a hipocrisia de um coração hediondo, corrompido e perverso que se acha no direito de acusar o inimigo daquilo que ele mesmo é. Eles acreditam que um crime pode justificar outro! Continue lendo “Por quê os socialistas odeiam judeus e o Estado de Israel?”

Constituinte Parcial? Tal aberração só podia ser proposta pela presidente do Brasil.

Inconstitucional e antidemocrático

Em rede Nacional de TV, a presidente do Brasil propôs rasgar a constituição que ela jurou defender. Impeachment já!
Em rede Nacional de TV, a presidente do Brasil propôs rasgar a constituição que ela jurou defender. Impeachment já!

A presidente Dilma propôs um plebiscito para fazer uma “nova constituinte” sobre reforma política. De todas as promessas estúpidas feitas até agora, essa foi a pior.

Primeiro: não é juridicamente possível fazer uma “constituinte parcial”. Ou se faz uma nova constituição na íntegra ou se propõe mudança legislativa em obediência à Constituição Vigente. Se esse absurdo passar, o que não vai, será um verdadeiro golpe de Estado. E quem redigirá a nova constituição? Os condenados do mensalão? Sim! Nesse caso, a emenda sairá pior que o soneto… E a reforma Penal? E a reforma tributária? E a reforma do Judiciário? E o fim do Projeto de Emenda Constitucional 37 – PEC 37? Ela nem tocou nesses temas porque enquanto essa estrutura falida continuar, a corrupção não terá fim. Continue lendo “Constituinte Parcial? Tal aberração só podia ser proposta pela presidente do Brasil.”

Ministro Joaquim Barbosa critica a criação do Tribunal Regional Federal de Minas Gerais

Ministro Joaquim Barbosa durante reunião da 2ª turma no STF  em Brasília. FOTO: ANDRE DUSEK/AE
Ministro Joaquim Barbosa durante reunião da 2ª turma no STF em Brasília.
FOTO: ANDRE DUSEK/AE

Todos possuem direito a manifestar sua opinião, seja ela favorável ou desfavorável a um ponto de vista. Este é pilar básico da Democracia. Entretanto, Joaquim Barbosa, Presidente do STF, chamou a atenção hoje pelo viés autoritário.

Em 08/04/2013 ele acusou os representantes das associações de magistrados de terem agido de maneira “sorrateira” para “induzir” os congressistas a aprovarem a PEC que criou os novos Tribunais Regionais Federais. A discussão ocorreu durante audiência com as associações de magistrados. Assim disse o Ministro:

Pelo o que eu vejo vocês participaram de maneira sorrateira da aprovação. São responsáveis, na surdina, pela aprovação”.

Só para esclarecer, a criação de um Tribunal Regional Federal em Minas Gerais é uma demanda antiga que já vem sendo discutida e proposta há mais de 10 anos. Só o Estado de Minas Gerais, por exemplo, é responsável por mais de 50% dos processos em tramitação no Tribunal Regional Federal da Primeira Região. Talvez a criação dos TRFs em outros estados pudesse esperar, mas em Minas Gerais com certeza era uma necessidade.

Dessa forma, a declaração do Ministro do STF de que a criação dos Tribunais oneraria as finanças do Brasil e que foi feita à “surdina” e de forma “sorrateira” é, no mínimo, irrefletida. Ela indignou os juízes e servidores do Judiciário Federal da Primeira Região. Continue lendo “Ministro Joaquim Barbosa critica a criação do Tribunal Regional Federal de Minas Gerais”